maio 28, 2010

Elvin Jones

Se falássemos de filosofia eu diria que este baterista de nome Elvin Jones, teria  sido o responsável por um corte epistemológico, mudou/alterou consciências,  ao nível musical que era o seu mar, fez rupturas, concebeu e conceptualizou um novo som para este instrumento. Musico fortíssimo  com batida inconfundível, foi ao lado de John Coltrane que teve o mundo a seus pés, o hard bop ganhou uma dinâmica nunca antes conseguida. Técnica, rapidez, emoção, expressionismo, foram algumas das suas inúmeras características .Um musico que deixou escola e muitos seguidores.
Aqui toca ao lado de um dos meus saxofonistas de eleição Sonny Fortune no sax tenor e Ravi Coltrane no sax soprano.

In a sentimental mood (Ellington)

2 comentários:

Eurico Moura disse...

Acho sempre muito interessante a exploração de um tema por músicos diferentes.... Diferentes estilos e abordagens...

Joaquim Simões disse...

Paulo Bento, perdão!, Elvin Jones forever, perdão!, para sempre!