setembro 29, 2010

Jackie McLean

O sax alto não é um dos meus instrumentos preferidos, mas McLean com a sua sonoridade "sofrida" compensa um registo mais agressivo que, por vezes, me afasta deste sax.Isto e a sua criatividade como improvisador fazem dele o meu sax alto preferido.

setembro 28, 2010

Stan Getz

Andou perdido, mas voltou, de quando em vez...



Ao piano, Kenny Barron...Alex Blake no baixo...

setembro 26, 2010

Sonny Rollins

Para muitos, o maior exponente do sax de sempre. O maior é sempre dificil de avaliar, mas por certo foi um enorme talento...

setembro 24, 2010

Hank Mobley

The more I see you, famoso tema de Harry Warren numa gravação da Blue Note com Hank Mobley no sax, Freddie Hubbard no trompete, Winton Kelly no piano, Paul Chambers no baixo e Art Blakey na bateria. The more I listen, the more I like it...

setembro 23, 2010

setembro 22, 2010

Lee Morgan

Sons de classe que o tempo não roubou...



Lee Morgan - tp
Hank Mobley - ts
Cedar Walton - p
Paul Chambers - b
Billy Higgins - dr

setembro 20, 2010

Brian Blade + Wayne Shorter

Um quarteto de luxo com o mestre Shorter. Aqui nada é vulgar...



Wayne Shorter - Sax
Danilo Pérez - Piano
John Patitucci - Bass
Brian Blade - Drums

setembro 17, 2010

Joshua Redman

Acho que me estou a repetir... Mas não faz mal. Joshua Redman é um dos expoentes do sax actual, embora na tradição. Que solo brutal!

setembro 16, 2010

Terell Stafford + Concha Buika

Tenho acompanhado este trompetista com interesse. Terell Stafford andou pela Europa encantando e, neste caso, também cantando com o seu instrumento um dueto com Concha Buika. Não gostei muito dela. É fantástica no flamenco, aqui...

setembro 14, 2010

setembro 09, 2010

Max Roach

Este musico atravessou varias décadas sempre ao mais alto nível, seja em trabalhos com o seu próprio nome, ou sendo pura e simplesmente sideman. Defensor dos direitos humanos, e em particular dos negros (numa América racista) este musico é um musico de interversão, tem o poder de instigar a rebeldia, quer seja sonora ou mesmo comportamental se nos prendermos na sua mensagem.

setembro 05, 2010

Corinne Bailey Rae

 Corinne Bailey Rae , cantora britânica (quem diria) com um grammy ganho com o álbum River: The Joni Letters, de Herbie Hancock, aqui em digressão promocional desse mesmo trabalho. Um espanto!

setembro 04, 2010

Melody Gardot

 Melody  Gardot é um caso sério no jazz cantado.
A historia desta senhora é impressionante. Após um traumatismo craniano e danos na espinal medula, resultado de um acidente, perdeu as memorias de curto prazo e até a fala. Foi através da música que conseguiu recuperar. E de que maneira..
Ouçam Wayne Sorter no sax. Único!

setembro 03, 2010

Chet Baker

A voz, por vezes prolongada pelo trompete, mas aqui só a voz, num sussurro, como se falasse para si próprio.




No Estoril, 1987... Poucos meses depois viria a cair da janela do hotel Prins Hendrik em Amstersão. Era o fim de uma vida em que o talento combateu a heroína...

setembro 02, 2010

Michel Petrucciani - 2 de Setembro

Um dia como outro qualquer. Um pianista, um homem, um músico como nenhum outro.



Piano - Michel Petrucciani
Bass - Anthony Jackson
Drum - Steve Gadd

setembro 01, 2010

Winton Marsalis + Branford Marsalis + Kenny Kirkland

Uma banda "maravilha" que eu tive o grande prazer de conhecer e ouvir ao vivo em 1983 no Cascais Jazz. Winton Marsalis tinha começado uma tournée pela Ásia e Europa, com apenas 21 anos, deixando todos maravilhados com o seu virtuosismo e alma. Com ele vinham músicos também muito jovens como o seu irmão Branford e o malogrado pianista Kenny Kirkland, que viria a morrer jovem e no auge de uma carreira promissora. No baixo pontificava Ray Drummond e na bateria Jeff 'Tain' Watts.
Raramente saí de um concerto, com uma tão grande plenitude musical e com fotos tão bem sucedidas. Já não me lembro as razões de não ter registo de Jeff 'Tain' Watts. Neste registo vídeo também só aparece submergido por equipamento e essa era a razão para, sem poder subir ao palco, ser difícil de obter boas fotos dos bateristas. Suponho que 83 foi o último ano do Cascais Jazz em que era permitido aos amadores, fotografar.
Graças à publicação deste clip por João Moreira Santos, do blog JNPDI, pude reviver um desses momentos.